BLOG

Categories: Sem categoria

O Outono começou e com ele chega a altura de arrumar as motas de água e pequenas embarcações. Mesmo parados, os motores devem ser cuidados e hoje vamos ensinar-te como hibernar o motor de forma correta e saudável. Preparado?

Estabilizador de combustível:

A primeira coisa a fazer  no processo de hibernação de motas de água é adicionar um estabilizador de combustível, de acordo com as medidas que são recomendadas conforme o produto usado. Este estabilizador tem de ser adicionado quer decida deixar o depósito de combustível cheio ou quase vazio. Depois disto é então hora de passar para a lavagem.

Limpeza do sistema de refrigeração:

A ideia é limpar a embarcação de forma a que não haja qualquer tipo de sujidade a entupir. Todas as motas têm a sua própria entrada e saída de mangueira e pode ser também usado um anticongelante para garantir uma limpeza com proteção, garantindo sempre que tem cuidado pois o líquido refrigerante torna-se escorregadio. Para alguns modelos de jet skis é necessário um adaptador de mangueira. Enquanto este processo decorre, é necessário que a embarcação esteja plana. Este passo deve ser feito sempre que a mota ou barco é usado em água salgada, para prevenir danos e corrosões. É muito importante que não fique água dentro da embarcação, para isso, o processo de limpeza deve ser feito com o motor ligado e fazendo algumas acelerações para que saia a água toda. A limpeza demora cerca de 2 minutos.

Limpeza da embarcação e cuidados gerais:

Terceiro passo, que deve ser feito com regularidade e sempre que a mota é usada em água salgada também, é a limpeza de toda a embarcação. Com água doce, sabão, anti-salina e uma esponja. Depois pode ser aplicada uma camada de cera para proteger de pós ou outras coisas que possam danificar a embarcação.

 

Uma dica para poupar dinheiro quando voltar a usar a embarcação, é aplicar lubrificante nas peças móveis. Assim, previne a ferrugem e torna os movimentos mais suaves quando voltar a usar o seu jet ski ou pequeno barco.

 

A limpeza está concluída, assim como o tratamento da mota. É o momento ideal para a cobrir e proteger antes de ser arrumada até ao próximo verão. Existem coberturas próprias para este efeito. Depois é só arrumar num local protegido de chuva e humidades.

 

Dica: Deve ligar regularmente o motor, mesmo que não vá usar a embarcação durante esse tempo. Ligue e deixe a trabalhar por alguns minutos, isto vai prolongar a vida do seu motor.

 

 

26

Categories: Notícias

É ótimo ir de férias, tirar um tempo para descansar e voltar renovado, mas o nosso carro precisa de condizer com esse espírito renovado e limpo, por isso contamos-te as nossas dicas infalíveis para regressares ao trabalho com o teu carro limpo, sem vestígios das férias.

Começamos pela parte de dentro!

Primeiro passo, retirar os tapetes e sacudir bem. Assim que estejam os tapetes fora do carro, é hora de começar a aspirar todos os cantinhos do carro. O aspirador da digital da GOODYEAR vai facilitar-te neste processo, e a chegar até aos sítios que não imaginavas que pudesse haver sujidades.

Carro aspirado, certo? Então agora é a vez de limpar os estofos, plásticos interiores e vidros. Podes encontrar os produtos perfeitos para isso, na nossa loja ou site. Tens várias opções, desde toalhitas e sprays de limpeza.

Agora que já tens o interior do teu veículo imaculado, vamos à parte de fora.

(É muito importante usar os produtos adequados para que mantenhas o carro sem riscos e com a pintura impecável.)

Deves lavar o teu carro com uma esponja macia e um shampoo de qualidade. Depois com toalhitas restauradoras próprias, limpa os faróis. (Vão ficar como novos) As jantes bem limpas e brilhantes dão logo outro aspeto ao caro, por isso usa o limpa-jantes da ARMOR ALL, disponível em spray ou espuma.

Por fim, podes secar o teu carro com um pano macio, próprio para secagem de carroçarias ou esperar que seque e verificar se tens algum risco que precise de ser disfarçado. Caso precises, podes usar um tira riscos, tal como o da Motul.

Se fores daquelas pessoas que gosta de ser extra, escolhe o teu ambientador preferido e mete no interior do teu carro.

Seguiste todos os passos? Então tu e o teu carro estão prontos para voltar ao trabalho depois destas belas férias 😉

Podes encontrar todos estes produtos aqui no nosso site ou na nossa loja em Fátima.

47

Categories: Notícias, Notícias, Notícias

Tal como diz o nome, é um líquido refrigerante automóvel que vai proteger o motor do teu carro. Durante o processo de combustão podem ser atingidas elevadas temperaturas que podem deformar ou até estragar peças do motor, por isso existe um sistema de refrigeração para manter a temperatura do motor a níveis normais e que não o danifiquem. A refrigeração pode acontecer de duas formas, sendo a mais eficaz através do uso de líquido refrigerante.

Quando deves repor o líquido refrigerante

Deves rever o nível de líquido refrigerante do teu veículo, principalmente após longos tempos sem uso. Podes encontrar o depósito quando abres o capô, e imediatamente vais reconhecê-lo ou pela cor fluorescente (devido ao líquido refrigerante) ou pelo símbolo da temperatura. Se o nível estiver abaixo do indicado, deves repor!

O líquido perde as qualidades ao fim de algum tempo e por isso deve ser substituído, principalmente se a cor estiver mais escura ou estiver com um aspeto sujo. Ao fim de 3 anos deves substituí-lo. Se for mais simples e não souberes como deves fazê-lo, podes ir a uma oficina.

Como repor o líquido refrigerante

Primeiro deves consultar o manual do teu veículo para saber qual o líquido refrigerante indicado, nunca mistures líquidos diferentes. De seguida, desligas o motor do teu automóvel e verifica que este já arrefeceu.
Após reunidas as condições de segurança, podes abrir o capô, retirar a tampa e abrir o depósito com cuidado (pode existir pressão acumulada, por isso deves ter atenção). Por fim, enches o depósito com o líquido refrigerante indicado até entre os níveis do mínimo e máximo marcados no teu depósito.

Deves ter em atenção que um bom líquido refrigerante, seguindo todas as condições acima mencionadas, vai prolongar a vida do motor do teu veículo. Atua como lubrificante, limpa e previne a oxidação e corrosão. Por isso se queres que a vida do teu motor seja prolongada o máximo possível, escolhe um líquido refrigerante mais adequado ao teu motor e segue todas as instruções acima mencionadas.

Deixamos-te aqui algum exemplos de bons líquidos refrigerantes:

Auto Cool  Expert (-37ºC) 5L MOTUL

LR Type D (-25ºC) 5L MOTUL

Auto Cool E-Auto Hybrid 5L MOTUL

Auto Cool G13 (-37ºC) 5L MOTUL

Inugel Long Life 5L MOTUL

-Inugel Long Life 50% G12 (-35ºC)  5L MOTUL

68

Categories: Sem categoria

Costuma-se dizer que “Um homem prevenido vale por dois”, por isso hoje reunimos algumas dicas para saberes o que deves ter sempre no teu carro e seres considerado um condutor responsável e seguro, prevenido para qualquer situação.

 

Obrigatório:

A documentação é obrigatória! Para seres considerado um condutor responsável, não basta conduzires de forma segura, é preciso teres a documentação contigo. A carta de condução, o documento de identificação, o documento único do veículo, o selo do seguro e o selo da inspeção! O nosso conselho é que tenhas os selos sempre à vista no para brisas. Já os restantes documentos devem estar todos juntos numa pasta no porta-luvas, assim consegues aceder facilmente a qualquer documento que necessitas de forma rápida. Isto vai diminuir o stress e a confusão que por vezes existe na hora que te mandam parar e pedem para ver os documentos.

O colete refletor e o sinal de pré-sinalização de perigo (ou triângulo) são também obrigatórios, segundo o novo Código da Estrada, e podes até ser punido com uma coima se violares esta regra. Deves usar o colete refletor sempre que o teu carro esteja imobilizado, e o triangulo deve ser usado sempre que o veículo seja imobilizado na faixa de rodagem, na berma ou tenha deixado cair qualquer carga. Por isso este kit não deve faltar no teu carro, assim podes sinalizar qualquer situação que seja necessária sem meteres outros ou a ti em risco.

Recomendação:

Pneus furados… Muitas das vezes, a razão de teres de parar na berma da estrada é por causa de pneus furados, por isso o kit de pneu suplente não pode faltar no teu carro. Este kit deve ter: um macaco hidráulico, uma chave de roda, um pneu suplente e luvas. Podes acrescentar um vedante anti furo em alternativa. Uma lanterna também é sempre boa ideia porque pode acontecer-te um incidente destes à noite.

O booster de arranque! Pode servir também como powerbank. Todos sabem que as baterias dos carros às vezes podem ser preguiçosas, e um essencial destes é leve, fácil de transportar e cabe em qualquer compartimento do teu carro. Só te vai facilitar a vida, no momento em que o teu carro te decide pregar uma partida e não ligar.

O jerrican… Mesmo na ideia de prevenir, porque não é algo que seja preciso regularmente, mas pode acontecer ficares sem combustível no carro e desta forma é mais fácil de conseguir repor algum combustível para que consigas chegar à bomba mais próxima.

Emergências:

Emergências mais extremas! Caso seja necessário cortares um cinto ou partires um vidro em caso de acidente, um martelo de emergência é um must have. O da Sparco além de ser um martelo, tem também 8 chaves diferentes e uma lanterna.

A caixa de primeiros socorros. Seguindo a lógica do ponto anterior,  a estrada pode ser muito imprevisível e os acidentes acontecem, por isso nunca se sabe quando os primeiro socorros  vão ser necessários e deves ter esta caixinha sempre no teu carro com acesso fácil e rápido.

Extra:

Se o teu carro for movido a gás, um extintor que siga todas as normas em vigor é obrigatório. Todos os outros veículos, apesar de não ser obrigatório, é recomendável ter também um extintor para casos mais extremos.

33